Tanta asneira em tão pouco tempo

O Adamo mandou um mail com um link para uma peça que passou na SIC sobre os javalis na Arrábida.
A inconsciência das pessoas raia a loucura. Quando alguém se aleijar, e não deve tardar muito, aí toda a gente tem soluções e a “culpa” é, como de costume,  do governo que já sabia disto há muito tempo mas nunca fez nada!!!
Aqui fica o link. Não vejam só o vídeo, comentem e divulguem.

Ver o vídeo->

Esta entrada foi publicada em Geral, Imprensa, Media, Notícias, Vídeos com as etiquetas , . ligação permanente.

8 respostas a Tanta asneira em tão pouco tempo

  1. Augusto Pires diz:

    Como diz o meu amigo JF…ena tanta asneira seguida! pois é, há 1/2 dúzia de anos não havia um Javali no Parque Natural da Arrábida (se alguém viu algum p.f. desminta-me…posso estar enganado!) e, considerando o tipo de vegetação que por lá prolifera (ou proliferava…?!, os Javalis são omnívoros e não desprezam nada…) nem devia haver…pois que eu saiba, aqueles adoráveis bichinhos, na sua constante procura de comida, só vão fazer estragos e, quanto a mim, irreparáveis (o melhor será perguntar a quem sabe…naturalistas conhecedores ou á própria Direcção do Parque…).
    O que me parece é que se NÃO FOREM CONTROLADOS…A D E U S PARQUE!!! e, enquanto que uma (boa) porca põe cá fora 6 a 10 Listados em menos de 4 meses de gestação, a flora e fauna destruída (comida, eliminada, extinguida…chamem-lhe o que quiserem) vai demorar A N O S a recuperar…se recuperar!
    Aproveito para afirmar (!) que adoro JAVALIS, é mesmo o animal selvagem Nacional que, sem exagero nenhum da minha parte, me faz, mensalmente, mais FELIZ.
    Abraço para todos…caçadores, naturalistas, não-caçadores, anti-caça, todos, enfim, menos para aqueles que não contribuem para a resolução do problema…

  2. Nuno Rosado diz:

    É uma situação muito especial porque os auto-proclamados “amigos” foram quem os começou a alimentar e continuam a fazê-lo caso contrário a Rosita não vinha comer á mão e a abanar o rabo. No episódio seguinte, os mesmos reclamam o direito a tomar o síto de carabina em punho invadindo tudo e declarando o recolher obrigatório aos habitantes o que dada a geografia do local é uma completa loucura.
    Quanto a mim, está-se a potênciar ali algo trágico e nem é tanto pelos porcos em si mas pelas atenções que meia-dúzia de animais que alguêm domisticou está a gerar. O corropio de gente, a furtivagem de todas as maneiras e feitios – tudo à portuguesa!

    • DOS diz:

      Nuno, se tiveres paciência, manda-me um mail com a tua opinião e o conhecimento que referes. Estando envolvido directamente neste assunto, tenho todo o interesse em acumular dados e informação que nem sempre são de fácil obtenção.
      Gd abraço.

  3. Miguel Pereira diz:

    Quando ficarem com uma mão bem marcada…..
    Eu até os cevava…com umas pontitas😉

  4. DOS diz:

    O assunto do controle está a ser tratado mas a situação é muito peculiar e requer cuidados extra. Estamos a trabalhar nisso, a pedido do ministério e em conjunto com o ICNB, para tentar encontrar soluções viáveis e mais eficazes, nomeadamente captura viva com recurso a tecnologia americana. Não foi fácil até agora mas espero que seja uma questão de tempo. Já se fizeram alguns abates mas ainda muito abaixo dos números necessários para esta questão. As condições são tudo menos ideais!

    Quanto aos “mirones”, até levarem uma trinca, vão achando graça! Pouco podem fazer para a sua captura, mas podiam ter o bom senso de não os “cevar” tanto!!!!

    • JF diz:

      Bom dia Diogo, quem é que está a trabalhar na resolução, ou tentativa de resolução, deste problema?

      • DOS diz:

        Bom dia Zé.

        Foi formado um grupo de análise e resolução deste problema. A pedido do Ministério, estão envolvidos a ANPC, o ICNF, o Clube da Arrábida e o Parque da Arrábida, com apoio de algumas Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia, assim como uma empresa de caça, particular, associada da ANPC.

  5. António J.Silva diz:

    Já por lá os vi, e acho que deveriam ser feitas algumas caçadas selectivas, para reduzir o seu número. Quanto aos comentários idiotas que se verificam, além de serem de quem nada percebe do assunto, possivelmente nunca devem ter visto os estragos que o Sus Scrofa provoca, nomeadamente nas colheitas agricolas. Quando um dia quiserem ir a uma das praias da Arrábida e forem corridos pelos javalis, em pleno dia, então “aqui del-rei”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s